10000 sentenças em japonês! Parte 2

ebook-728x90

Nesta segunda parte do método das “10000 sentenças em japonês” vou mostrar como adicionar as sentenças e revisá-as corretamente, espero que gostem!
Além de conseguir as sentenças é importante adicioná-las e revisá-las da maneira correta. Primeiramente, não fique com medo do kanji. Nada de adicionar senteças em romaji! Adicione o máximo de ideogramas que puder e na resposta, além de explicações, coloque a sentença em hiragana. Se você fizer isso desde o início, vai poupar muito trabalho futuro, assim como vai aprender “japonês de verdade”. Aí entra o estudo do kanji: leia sobre o Remembering the Kanji, dê uma olhada no nosso curso de kanji, etc. Estudando kanji você complementa seus estudos de japonês! Se você combinar estudos de Kanji com o uso de um SRS, logo que chegar numas 500 sentenças vai ter poucos problemas com kanji, você vai estar “voando no kanji”. 

Outra coisa importante: adicione as sentenças uma por uma, e somente após aprender a mesma. Estude a sentença, aprenda ela e então adicione ao SRS. Nada de adicionar uma sentença que você não sabe! Muita gente procura decks prontos, com 500 sentenças, 1000 sentenças. Evite isso! Monte você mesmo seu deck com sentenças que você estudou, que vieram dos seus materiais. Tentar decorar o deck de outra pessoa vai resultar somente em frustração.

Revisando

Como diz Katsumoto, ao revisar uma sentença, para ter certeza que sabe a mesma, você deve conseguir fazer os seguintes passos:

1. Ler a sentença em voz alta: isso é muito importante, tente ler a sentença em voz alta, sem pausas, esse é o passo mais importante;

2. Entende a sentença: mesmo que haver uma tradução na resposta, isso serve apenas para te orientar. Não traduza a sentença, entenda ela!

3. Entende cada palavra na sentença: é bom você entender as palavras na sentença, não em sentido geral, mas no sentido da palavra dentro da sentença.

4. Copie a sentença numa folha de papel: não precisa ser de cabeça, apenas copie. (Isso é opcional, mas é necessário se você quer treinar sua escrita e melhorar no kanji. Você não precisa fazer isso para todas as sentenças, mas faça para quantas você puder)

Uma vez que você pode fazer tudo isso, considere que sabe a sentença! O passo 4, como dito, é opicional, você pode fazer ou não. Ele toma tempo, e depende de cada um, mas para quem quer escrever bem em japonês e uma boa recomendação.

Conluindo, não é um método dos mais fáceis, exige dedicação e disciplica para adicionar e principalmente revisar as sentenças diariamente. No entando os resultados são simplesmente incríveis, pois a velocidade que você acumula vocabulário é assustadora. Eu aconselho focar num objetivo menor, digamos 500 ou 1000 sentenças, e então logo após mudar para uma maior (digamos umas 3000-5000). Depois disso você já vai saber como seguir em frente por si mesmo! Bons estudos e rumo as dez mil sentenças!

Veja os melhores preços de livros de japonês, livros de kanji, dicionários de japonês, DVD de Anime e Manga!

Gostaria de receber dicas de japonês direto no seu email? Basta digitar seu e-mail aqui e clicar “Assinar” 

This entry was posted in Dicas para aprender japonês and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *