Como e o que escutar – Música, Língua e o nosso ouvido

ebook-728x90

Já passa da meia noite e aqui estou eu a escrever um post… Eu venho tratando sobre Listening e o modo como isso pode realmente ajudar em nossos estudos de línguas. Eu creio não haver mistérios quando tratamos de listening, de compreensão. Não há mágica, não há segredo, não há necessidade de ser mais ou menos inteligente. Basta praticarmos conscientemente e sistematicamente, para que dentro de certo tempos comecemos a compreender os sons, o ritmo, o modo como o idioma funciona.

Hoje estava escutando um curso sobre “ouvido absoluto“. Para quem não sabe, “ouvido absoluto” é a capacidade de ouvir uma nota musical e saber qual é a nota. Por exemplo, eu pego um violão, toca um Lá, e você só ouvindo sabe que trata-se de um Lá. Pode parecer simples, mas não é…
Quando era mais novo eu queria aprender a tocar contra-baixo. De fato eu tenho um contra-baixo e sei tocar um pouco. Porém eu toco muito mais tecnicamente do que “de ouvido”. Eu tenho boa técnica no baixo, mas meu ouvido é “uma trava”. Eu também sou uma completa desafinação para cantar… Eu sempre acreditei (e talvez ainda acredite) que desenvolver um bom ouvido musical ou mesmo conseguir cantar um “lá” corretamente é algo impossível para mim. Isso não soa estranho para alguém envolvido com línguas? Em línguas escutamos e reproduzimos sons, entendemos sons e utilizamos estes sons para nos comunicar.

Escutando este curso sobre “ouvido absoluto“, não só eu confirmei que existe relação entre desenvolver um ouvido musical e o “ouvido linguístico“, assim como pude ver que vários conceitos que aplico ao aprendizado de línguas são usados no “aprendizado do ouvido musical“.

Dentre estes, o mais importante ainda segue sendo o de “saber o como“. Tempos atrás eu postei algo falando sobre “A Habilidade de Aprender Línguas“. Pessoas que passam anos tentando aprender inglês e não aprendem, na realidade não tem problemas, não tem dificuldades ou limitações, mas sim, não sabem como aprender. Para aprender uma língua de modo eficiente é preciso saber o que é uma língua, como línguas funcionam e como eles podem ser aprendidas. Sem saber o “como aprender“, ou seja, sem a “habilidade de aprender línguas“, dificilmente chegaremos ao sucesso. Por outro lado, pessoas que entendem o “como“, podem facilmente aprender uma, duas, três ou mais línguas. O mesmo eu ouvi hoje escutando o curso de “ouvido absoluto“. Se não conseguimos distinguir um Fá de um Dó, é porque até hoje escutamos sem saber “como escutar ou o que escutar“. Uma vez que você sabe como “escutar os sons“, você pode começar a notar o que existe de diferente entre um Fá e um Dó. E é tudo uma questão de saber o como escutar, e de praticar!

Dois assuntos diferentes, mas não tão distantes, música e línguas, e entre eles o “como escutar“. Algo muito interessante e que espero conhecer mais. Essa coisa de “The Power of Listening” está dando o que falar aqui no blog!

Até mais ver!

Gostaria de receber dicas de japonês direto no seu email? Basta digitar seu e-mail aqui e clicar “Assinar”

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *