Curso de Japonês: Básico – Gramática – A partícula identificadora 「が」

ebook-728x90

[ad#dentropost]

A partícula identificadora 「が」

curso-de-japones-basico-003Se você vem seguindo nosso curso de japonês, já sabe que podemos fazer um tópico usando as partículas 「は」 e 「も」. Porém, o que fazer quando não sabemos qual é o tópico? Se eu quiser perguntar, “Quem é o aluno?”. Nesse caso, é necessário um tipo de “identificador”, pois não sei quem é o aluno. Se eu usar a partícula de tópico, a questão tornaria-se, “O quem é estudante?”, o que não faz o menor sentido, pois “quem” não é uma pessoa.

É aqui que a partícula 「が」 entre em ação. Às vezes, ela é chamada de partícula do sujeito, mas eu acho que isso mais complica do que ajuda, assim, prefiro chamá-la “partícula identificadora”, pois ela indica que o falante quer identificar algo que não sabe o que é.

Exemplo 1

ボブ: 誰学生?(dare ga gakusei)- Quem é o estudante?
アリス: ジム学生。(jimu ga gakusei)- Jim é o estudante.

Nesse exemplo, Bob quer saber quem é o estudante em meio a outras pessoas. Alice responde que Jim é o estudante. Note que Alice poderia ter usado a partícula de tópico 「は」 para responder a questão, falando sobre Jim, pois ela sabe que ele é um estudante, mas talvez não saiba que ele é o estudante. Você pode ver a diferença no próximo exemplo.

Exemplo 2

(1) 誰学生? (dare ga gakusei) – Quem é o estudante?
(2) 学生は誰?(gakusei wa dare)- (O) estudante é quem?

Veja que em (1) procura-se o estudante, uma pessoa específica, enquanto em (2) simplesmente se fala sobre o estudante. Não podemos trocar 「が」 por 「は」 em (), pois “quem” tornaria-se tópico e a pergunta acabaria como “É quem estudante?”.

As partículas 「は」 e 「が」 podem parecer muito uma com a outra, mas isso acontece somente porque as traduzimos para o Português praticamente da mesma forma. Por exemplo, 「私は学生」(watashi wa gakusei) e 「私が学生」(watashi ga gakusei) são ambos traduzidos como, “Eu sou estudante”. A tradução é a mesma, mas o sentido diferente, dependendo do contexto. O idioma japonês é muito bom para expressar as coisas implicitamente, mesmo sem um contexto maior. Na primeira frase 「私は学生」, uma vez que 「私」 é o tópico, a frase significa “Falando sobre mim, eu sou estudante”. Já na segunda frase, 「私」 especifica quem o 「学生」 é. Se quisermos saber que é o estudante, a partícula 「が」 nos diz que é o 「私」.

Você também pode pensar na partícula 「が」 como algo que está sempre respondendo uma questão. Por exemplo, se tivermos 「ジムが魚だ」, estamos respondendo uma questão do tipo “Quem é o peixe?”, “Qual pessoa é o peixe?” ou mesmo “Que comida o Jim gosta?”. Ou no caso de 「これが車」 podemos estar respondendo a questão “Qual é o carro?” ou “O que é o carro?”. As partículas 「は」 e 「が」 são completamente diferentes se você entendê-las. O 「が」 identifica algo, enquanto o 「は」 simplesmente traz um novo tópico para a conversa. É por isso que, em sentenças longas, é comum separar o tópico com vírgulas, evitando ambiguidades.

 

Esse post é uma tradução do Tae Kim’s Japanese Grammar Guide, feita por Mairo Vergara

Quer receber dicas de japonês grátis direto no seu e-mail? Assine nosso blog!

Digite seu e-mail e clique em assinar, depois basta confirmar a assinatura no seu -email!
 

This entry was posted in Curso de japonês and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *