Curso de Japonês: Básico – Gramática – Verbos e partículas Part 1

ebook-728x90

Nas últimas lições aprendemos sobre verbos, verbos no negativo e verbos no passado. Aprendemos também sobre as partículas 「は」,「が」 e 「も」. Hoje vamos aprender quais são as partículas usadas com verbos. Veremos como indicar objetos diretos e a localização onde a ação do verbo ocorre. Espero que gostem!

A partícula dos objetos diretos 「を」

Você lembra o que é objeto direto? Objeto direto é aquilo que sofre uma determinada ação. Por exemplo: Eu como bolo. Bolo é o objeto direto do verbo comer, pois “quem come come alguma coisa”! Em japonês, adicionando a partícula 「を」 à uma palavra, esta passa a ser o objeto direto do verbo. Veja que, a letra 「を」 só é usada como partícula, sendo pronunciada como 「お」(o). Por ser usada somente como partícula, o equivalente em katakana (ヲ) é quase que nunca visto! Para entender melhor a função de objeto direto, veja os seguintes exemplos:

Exemplos:

食べる。 – sakana wo taberu. –  Comer peixe.

ジュース飲んだ。 – juusu wo nonda. – (Eu) bebi suco.

Além do uso normal, lugares também pode ser objetos diretos para verbos como 「歩く」(aruku – andar) ou 「走る」(hashiru – correr). Pode parecer estranho dizer literalmente “eu andei a rua”, mas é assim mesmo que funciona! Veja os exemplos:

ぶらぶら歩く。- machi wo burabura aruku. – Andar vagamente pela cidade. (Literalmente: Andar vagamente a cidade)

高速道路走る。- kousokudouro wo hashiru. – Correr na auto estrada. (Literalmente: Correr a auto estrada)

Ao usar o verbo fazer 「する」, o uso da partícula 「を」 é opcional, pois pode-se tratar tudo como um verbo (substantivo + する).

毎日、日本語を勉強する。- mainichi, nihongo wo benkyou suru. – Estudar japonês todos os dias.

Veja aqui que 「勉強」 é “estudo”, e ao juntarmos com 「する」 vira “estudar”.

メールアドレスを登録した。- meeruadoresu wo touroku shita. – Registrei meu e-mail.
「登録」 é registro, que juto com 「する」 vira “registrar”.

A partícula de alvo 「に」

A partícula 「に」 indica o alvo ou direção de uma ação. Enquanto a partícula 「を」 dizer que o verbo faz algo no/com o objeto, a partícula 「に」 indica que o verbo faz algo voltado ou direcionado para a palavra que carrega a partícula. Complicado? Veja os exemplos que tudo fica mais simples!

Exemplos:

ボブは日本行った。- bobu wa nihon ni itta. – Bob foi para o Japão.

帰らない。- ie ni kaeranai. – Não volta pra casa.

部屋くる。- heya ni kuru. – Vir para o quarto.

「に」 indica sempre “em direção a algo”, e não “a partir de algo”. Para dizer “a partir de”, usamos 「から」, que muitas vezes vem junto com 「まで」, que significa “até”.

アリスはアメリカからきた。- arisu wa amerika kara kita. – Alice veio da América.

宿題を今日から明日までする。- shukudai wo kyou kara ashita made suru. – Vou fazer dever de casa de hoje até amanhã.

A ideia de um alvo ou localização não é somente usada com verbos de movimento como 「いく」 e 「くる」. Para definir a localização de algo ao usar verbos de existência (ある e いる), usaremos a partícula 「に」.

猫は部屋いる。 – neko wa heya ni iru. – O gato está no quarto.

椅子が台所あった。- isu ga daidokoro ni atta. A cadeira estava na cozinha.

いい友達会った。 – ii tomodachi ni atta. – Encontrei um bom amigo.

ジムは医者なる。 – jimu wa isha ni naru. – Jim vai ser médico.

先週に図書館行った。- senshuu ni toshokan ni itta. – Foi na biblioteca semana passada.

Nota: Não se esqueça de usar 「ある」 para coisas inanimadas como “cadeira” e 「いる」 para coisas animadas como “gato”.

Embora a partícula 「に」 não seja sempre usada para indicar tempo, há uma pequena diferença entre usar ou não a partícula com expressões que indicam tempo. Nos exemplos a seguir, a partícula faz da data um alvo/direção específica, em outras palavras, dá mais ênfase na data. Sem a partícula, não temos ênfase alguma.

友達は、来年、日本いく。- tomodachi wa, rainen, nihon ni iku. No ano que vem, meu amigo vai para o Japão.

友達は、来年に来年行く。- tomodachi wa, rainen ni nihon ni iku. – Meu amigo vai para o Japão no ano que vem.

Por hoje ficamos por aqui pessoal, na próximo lição vou trazer mais algumas partículas que são usadas com verbos. Abraços!

Mairo Vergara

Assine nosso blog e receba nossas atualizações via e-mail! 

Esse post é uma tradução/versão do Tae Kim’s Japanese Grammar Guide, feita por Mairo Vergara

This entry was posted in Curso de japonês and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Curso de Japonês: Básico – Gramática – Verbos e partículas Part 1

  1. Renato says:

    Então, beleuza?
    Eu vi um erro, talvez na hora de escrever vc escreveu rapido e nem viu.
    No 1 exemplo não seria “sakana” e não sanaka.Eu fiz curso, mais parei pro problemas tecnicos “kane” hehe.Mais quis da uma ajuda ai pro site.

    Abraços…^^

  2. Mairo says:

    Já arrumamos, foi só um erro de digitação. Obrigado pelo aviso Renato. Abraços!

  3. Diogo says:

    Muito bom, eu também já fui aluno, mas quando era kodomo, e no nihongako as senseis eram nihonjins e esse negocio de particulas passavam totalmente batidos, era mt dificil pra elas ensinarem ou não davam conta que pra mim é era uma necessidade aprender. Muito obrigado pelo post fui muito esclarecedor.

  4. andre says:

    gostei muito do blog
    estudo japonês já tem uns 3 anos, mas dei muitas paradas
    com seu blog tomarei melhor os estudos
    abraços

  5. minoru-_-onuki@hotmail.co.jp says:

    Olá!

    Aconselharia vocês a usar os pronomes de tratamento , que na língua japonesa é de uso comum, e quando li lá em cima algo sobre o Bob , achei estranho até entender que estava falando sobre alguém. Como não tem contexto, seria necessário esse pronome de tratamento pelo menos p nomes estrangeiro.

    Yoroshiku né!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *