Deve o estudante de japonês aprender a escrever os ideogramas?

ebook-728x90

Esse post é uma pequena tradução de um texto interessante que vi no site 一日一回 Everything Japanese.

Deve o estudante de japonês aprender a escrever os ideogramas?

Muito tempo atrás se usava pincéis e papel. É difícil de imaginar, mas num tempo antes dos computadores ninguém podia simplesmente escrever hiragana e apertar a tecla espaço algumas vezes para achar o kanji certo; eles tinham de lembrar como escrevê-lo e então de fato escrevê-lo! Terrível!
Eu não gosto de escrever nada a mão. Em parte porte minha escrita não é muito bonita, em parte porque eu só escrevo a mão para pagar contas com cheque.

Não escrever?

Obviamente, uma boa educação significa aprender a escrever os ideogramas em sua ordem correta de escrita (você tem de saber regras básicas sobre a ordem de escrita), nem que seja para impressionar seus amigos. Porém, no mundo de hoje saber apenas ler os ideogramas é suficiente na maior parte dos casos. Provavelmente 99% do japonês que você precisa escrever pode ser escrito com um computador. O tempo que leva para aprender a escrever os 2000 ideogramas poderia ser gasto em áreas mais produtivas como leitura e vocabulário. Nas raras ocasiões que você precisar escrever um kanji, dicionários vão te ajudar, principalmente os eletrônicos.
Pessoas que podem ler kanji, mas não podem escrever são chamados
ワープロ馬鹿 wa-puro baka, pela sua dependência nos conversores automáticos de kana-kanji em forma de teclados [ワープロn. Word processor

馬鹿 n. (Hira=ばか) fool, idiot]. Por anos eu somente li os ideogramas, pelas razões que acabei de lhes mostrar. Porém o jogo de Nintendo DS DS 200万人の漢検 mudou minha forma de pensar um pouco. Eu ainda não escrevo muito a mão, mas há algumas razões para isso:

1. Impressionar seus amigos – Nã tem nada como ser capaz de escrever um kanji de 20 traços na frente de seus amigos japoneses.
2. Preencher formulários e genéricos sem usar dicionários.
3. Começar um penpal a moda antiga, usando caneta e papel.
4. Ganhar apreciação pelos ideogramas.
5. Lembrar detalhes dos ideogramas – o que é importante para saber distinções entre ideogramas semelhantes.
6. Um sincero desprezo pela expressão
ワープロ馬鹿

Eu gostaria de ouvir dos outros. Você estuda kanji para aprender tantoa ler quanto escrever? Se sim, quais suas motivações para isso?

Tradução por Mairo Vergara Texto Original aqui.

E aí pessoal, o que você acham? Eu particularmente pensava do mesmo modo que o autor do texto. No entanto hoje mudei minha visão sobre o assunto e creio que aprender a escrever é essencial. Desde que comecei a dar valor para a parte escrita, minha intimidade com os ideogramas aumentou, eu me sinto mais a vontade, consigo ver diferenças que não via antes. No entanto eu creio que não se resume somente a “escrever” os ideogramas, mas sim estudá-los, quase como algo a parte da língua japonesa. Futuramente posto sobre isso! Até mais ver.

Gostaria de receber dicas de japonês direto no seu email? Basta digitar seu e-mail aqui e clicar “Assinar”

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *