Tradução – Parte 06 – Remembring the Kanji – Um curso completo de como não esquecer o significado e a escrita dos ideogramas japoneses

ebook-728x90

Antes de começar o curso, alguns pontos importantes devem ser notados. Em primeiro lugar, o estudante deve atentar para não ir muito rapidamente, assumindo que os primeiros ideogramas são elementares e podem ser “pulados”. O método deste livro deve ser aprendido passo-a-passo. 20 ou 25 ideogramas por dia podem ser ideais para quem só tem algumas horas disponíveis para os estudos. Caso o estudante tenha tempo disponível, o curso pode ser completo de 4 a 6 semanas. Quando a parte um for completa o estudante já deverá ter descoberto o seu
próprio passo de estudo. Em segundo lugar o aviso para estudar os ideogramas usando papel e lápis/caneta deve ser levado a sério. Enquanto simplesmente lembrar os ideogramas não demanda que estes sejam escritos, o estudante logo deverá notar que não há como melhorar a aparência estética dos ideogramas, assim como adquirir um certo “feeling” para como eles são escritos, se não praticando a escrita com lápis e papel. O método vai deixar o estudante sem o duro trabalho de escrever o mesmo ideograma várias e várias vezes, porém a fluência escrita é algo que só vem com a pratica. Caso seja conveniente, você pode “escrever” os ideogramas com seu dedo usando a palma da mão, do mesmo modo como os japoneses fazem. Terceiro, os ideogramas devem ser revisados começando com a palavra-chave, indo então para a história e então escrevendo o determinado kanji. Uma vez que o estudante conseguir fazer isso, a ordem inversa é algo que virá com o tempo.
Quarto, é importa lembrar que a melhor ordem para aprender os ideogramas não é necessariamente a melhor ordem para lembrar os ideogramas. Eles devem ser revisados e lembrados na ordem que forem encontrados e que precisam ser revisados, não na ordem apresentada aqui. Por isso, recomendamos o uso de flash cards para revisão.
Finalmente, seria bom darmos alguns avisos para estudantes com ambições de dominar o sistema de escrita japonês. A idéia vem, ou ao mesmo é suportada por, uma certa tendência sobre aprendizado que vem da demasiada exposição ao ensino: a noção de que a língua é um punhado de técnicas que podem ser recionalmente divididas, sistematicamente aprendidas e certificadas por testes. O kanji, junto com a vasta estrutura do japonês, e qualquer outra língua, recusa ser aprendido desse modo. O ordem racional trazida ao kanji neste livro é somente feita como um adicional para deixá-lo próximo, familiar aos ideogramas, deixar eles surpreenderem você, inspirarem, instruir, seduzir você. Porém eles não podem ser dominados sem um completo entendimento de sua longa e complexa história e uma percepção de seus segredos e imprevisível vitalidade, tudo que é simplesmente demais para uma única pessoa trazer para a ponta de um pincel.

Tendo dito isso, o objetivo do livro continua sendo atingir proficiência natural na escrita dos ideogramas e na relação com seus significados. Se a lógica sistemática e a irreverência encontrada nas páginas deste livro ajudarem ao menos alguns dos poucos que pegarem este livro com o grave erro de estudar japonês sem aspirar fluência escrita, os esforços feitos aqui terão recebido sua recompensa.

Kamakura, Japan
10 Fevereiro de 1977

Gostaria de receber dicas de japonês direto no seu email? Basta digitar seu e-mail aqui e clicar “Assinar”

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

2 Responses to Tradução – Parte 06 – Remembring the Kanji – Um curso completo de como não esquecer o significado e a escrita dos ideogramas japoneses

  1. Katsuo says:

    Olá!

    Kra, parabenizo-o aos montes pelo blog. Sem dúvida um dos melhores, senão o melhor quando se trata de estudos da língua japonesa.

    Já conhecia o livro “Remembering the kanji” há um tempo, mas nunca cojitei a possibilidade de comprá-lo. Recentemente mudei de idéia. 🙂

    O caso é: quando fui procurar o 1º vol. do livro pra comprar achei 2 edições diferentes:

    http://www.amazon.com/Remembering-Kanji-Complete-Japanese-Characters/dp/4889960759
    e
    http://www.amazon.com/Remembering-Kanji-Vol-Complete-Characters/dp/0824831659/ref=pd_lpo_k2_dp_k2a_2_txt/104-3602510-8068713?pf_rd_m=ATVPDKIKX0DER&pf_rd_s=lpo-top-stripe-2&pf_rd_r=0RV66EYWBDND4H4AKWJ7&pf_rd_t=201&pf_rd_p=304485601&pf_rd_i=4889960759

    Não que eu vá comprar pela amazon, mas aí estão ambas. As diferenças que percebí são quanto a data de lançamento da edição (2001 e 2007 respectivamente), nº de páginas e capa, só!
    Gostaria de saber se vc tem mais informações acerca e pode indicar qual o melhor pra comprar.
    Desculpa por questionar isso aqui, não sendo um comentário pertinente ao post, mas não achei nenhum outro meio de entrar em contato com vc.

    Muito grato!
    Katsuo

  2. Mairo says:

    Eu diria para vc esperar um pouco, pois parece que vai sair uma versão em português. Mas se comprar em inglês, acho que qualquer versão serve.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *